O que seria das mulheres sem o feminismo?

Muitas mulheres sofreram ao longo da história até que os direitos fossem conquistados. A evolução é notável, mas ainda há pontos a serem repensados e melhorados.

No início, na época Brasil Colônia, as mulheres eram consideradas posses dos homes, fossem eles o marido, o pai e até o irmão. Simplesmente não tinham representação nenhuma na sociedade a não ser os dotes naturais e biológicos como parir e servir sexualmente.

Já durante o império, os direitos começaram a ser conquistados como a educação para as mulheres, por exemplo. Até então elas não eram aceitas nos meios acadêmicos e políticos.

Muitas mulheres tiveram importância na luta para conquistar seus direitos, falamos primeiro de direitos e depois da igualdade, pois no início nem os direitos as mulheres tinham e até hoje lutam pela igualdade.

O que teria acontecido?

mulher lendo
Imagem de Lorri Lang por Pixabay

Bom, certamente não estaríamos em todos os lugares como hoje. As mulheres não podiam nem ler romances, porque isso poderia incentivá-las a trair seus maridos mentalmente, depois, quem sabe até fisicamente.

Entendiam que quanto mais conhecimento as mulheres tivessem mais perigoso seria. Claro que ninguém falava exatamente assim, mas sabemos que no fundo sempre foi medo.

Existiam até estudos de médicos tentando comprovar a inferioridade mental das mulheres, claro que nunca conseguiram chegar a lugar algum. Se bem que alguns até podem ter descoberto que algumas mulheres poderiam estar acima da linha de inteligência e certamente resolveram esconder isso.

Quando falamos dos homens não se trata de ódio e que feministas querem o extermínio deles. Muito pelo contrário, ser feminista não é ser lésbica tá! É bom avisar que muita gente confunde. Pois então, não querem de maneira alguma o fim da existência dos homens e muito menos sua submissão, o que queremos é apoio e empatia.

Hoje em dia muitos homens militam pelas causas feministas e se declaram publicamente que são do movimento. Acredito ser uma tendência que as pessoas possam enxergar que não é justo ofender, humilhar e até matar (feminicídio) pelo simples fato de ser mulher.

A independência avançou graças ao feminismo

criar filhos
Imagem de edsavi30 por Pixabay

Muitas mulheres são a base financeira de sua casa e em inúmeros casos criam seus filhos sozinhas por não ter tido um casamento de sucesso. Mas aí que entra o machismo, tudo bem uma mulher criar o filho ou os filhos, sozinha, mas quando é a mãe que foi embora e deixou os filhos com o pai é um absurdo!

 São em pequenas ações e pensamentos que percebemos o machismo impregnado na sociedade. Ao contrário do que muitos blogs e escritores que são contra o feminismo dizem que a maioria é hipócrita e contraditória, mas eles não têm a capacidade analítica de entender que toda a sociedade está em processo de desconstrução. Erramos e ainda erraremos mais, faz parte!

Por muito tempo fomos influenciados pelo comportamento da sociedade e um machismo culturalmente cultivado que ao se desmembrar dele percebemos as atrocidades que cometíamos no passado.

Mesmo as mulheres ainda acabam tendo pensamentos machistas e vão se “consertando”, se corrigindo e compreendendo mais o lado do outro e no caso das mulheres, até delas mesmas.

Todo mundo pode melhorar

Sem o feminismo as mulheres ainda estariam aprisionadas e vivendo de forma deplorável e com nenhum resquício de liberdade. Quando algumas mulheres insistem em dizer que não são feministas é o mesmo que abdicar de todos os seus direitos conquistados através de muita luta e resistência.

Imagine um mundo em que as mulheres tinham limitações específicas nas vestimentas, comportamento, casamento, amizade, educação (se é que teria direito), entre muitas outras coisas. É difícil pensar em se encaixar em um sistema como esse.

Talvez algumas possam pensar que se encaixariam numa boa, mas aí que entra a empatia, a alteridade, a capacidade de se colocar no lugar do outro. É importante entender que temos particularidades, personalidades diferentes e que não é possível simplesmente obrigar a seguir um padrão. O ser humano é pura heterogeneidade.

Dessa forma, é possível perceber que sem o feminismo as mulheres não poderiam mostrar todo o seu talento e habilidades que podem contribuir ricamente para a sociedade. Quando éramos oprimidas e rebaixadas até mesmo pessoas com altíssimo grau de inteligência recuavam e assim aceitavam sua condição.

Graças ao movimento que luta pela igualdade, pela equidade para que a sociedade dê chances justas de competição, o mundo está em constante evolução, mesmo com os contras, as pessoas continuam acreditando que tudo vai melhorar e viveremos um mundo mais justo. Esperança e luta sempre!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianJapanesePolishPortugueseRussianSpanish