5 Dicas Para Ter Amor Próprio – Feminismo e Autoestima

Amor próprio. Sabe o que é isso e qual a sua importância para ser feliz e dentro do movimento feminista? Veja 5 dicas que vão fazer com que você se ame mais.

amor próprio | A garota bonita fica perto walll com folhas
Fonte: Freepic.diller

Você pode não ter se dado conta, mas o feminismo não é uma luta em prol da igualdade de gênero, trata-se de bem estar e autoestima da mulher.

Afinal, não somos infelizes apenas por não ganhar tão bem quanto os homens. Somos infelizes também por conta da baixa autoestima.

Você já se perguntou onde foi parar seu amor próprio? Onde o mesmo se perdeu? Em qual parte do caminho ficou?

Já refletiu sobre os malefícios da falta de amor próprio nas mulheres?

Então continue lendo este post e comece a mudar sua vida hoje mesmo.

O Que é Amor Próprio e Porque Nós Feministas Precisamos Dele?

amor próprio | Garota está trabalhando em um café. conceito de freelancing, café e laptop
Fonte: Kireyonok_Yuliya

Em primeiro lugar, aprenda a diferenciar amor próprio de egocentrismo, ou algo parecido.

Desse modo, quando falamos sobre amor próprio devemos pensar em sentimento de respeito e dignidade em relação a si mesmo.

Sem dúvida o amor próprio tem a capacidade de nos trazer benefícios enormes.

Por exemplo, quando cultivamos tal sentimento, também podemos desfrutar de autoestima, autoconfiança e positividade.

Com toda a certeza ele é importante para qualquer pessoa, mas em relação a nós mulheres o simbolismo é muito maior.

Desde que o mundo é mundo o feminismo coloca em pauta questões relacionadas ao empoderamento feminino.

Isso porque em diversas situações nos vemos enfraquecidas e sem autoestima, o que consequentemente, nos leva a aceitar relacionamentos abusivos e posição de subserviência em relação ao homem e ao mundo.

Sem dúvida, a falta de amor próprio é uma das ferramentas mais poderosas contra as mulheres.

Por outro lado, o machismo se vale da mesma para continuar sua trajetória no processo de dominação.

Por isso, o feminismo não abre mão de fazer esse tipo de discussão e trabalha incansavelmente para que as mulheres cultivem o amor próprio.

Uma mulher que se ama é mais forte, pois consegue perceber seu valor e não admite fazer pare de relações de dominação.

Desse modo, a luta feminista depende de mulheres fortes, com boa autoestima e empoeiradas.

E você, tem amor próprio ou anda se sentindo, com baixa autoestima e sem autoconfiança?

Leia as dicas a seguir, comece a se amar mais e tome as rédeas da sua vida.

Amor Próprio – 5 Dicas Certeiras Para Mulheres se Amarem Mais

A partir de hoje você entenderá como se amar promove energia, felicidade e dá um brilho altamente radiante.

Se contar que ainda atrai coisas boas e positivas, transformando sua vida.

1. Comece a Fazer Psicoterapia

A priori, devemos entender que o autoconhecimento é essencial para ter uma autoestima elevada.

Assim sendo, o primeiro passo para desenvolver amor próprio é partindo para uma psicoterapia.

Deixe os preconceitos gerados pela ignorância de lado, pois esta arte te proporcionará entender melhor a relação entre seus sentimentos e pensamentos e também te ensinará a olhar bem suas emoções.

A partir daí você verá como o que você sente interfere em seu comportamento e em sua vida.

Trata-se de uma etapa importante já que um dos motivos, em se tratando da falta de amor próprio, é justamente o fato de nos enxergarmos a partir de uma panorâmica externa.

2. Estabeleça Relacionamentos Saudáveis

Ao contrário do que muita gente pensa, a busca pelo amor próprio e consequentemente da autoestima elevada não é um caminho solitário.

Outras pessoas vão participar da trajetória, portanto, o ideal é que elas te façam bem.

Dê preferência a pessoas com pensamento positivo e que lhe proporcionem bem estar.

Afaste-se o máximo possível de relações abusivas e dominadoras que podem interferir negativamente em sua autoestima.

Não é difícil perceber quem te coloca para cima e quem está torcendo por você, então escolha bem suas relações.

Seria muito interessante se você passasse a promover encontros. Receba em seu lar e também faça visitas agradáveis.

É óbvio que tudo deve acontecer ao seu tempo, mas se não conseguir fazer de forma alguma, deve analisar se não está sofrendo com depressão, mesmo que leve.

3. É Importante Se Cuidar

amor próprio | Fitness, esporte, treinamento, parque e lifestyle conceito - garota fazendo exercícios ao ar livre
Fonte: Freepic.diller

Cuidar do corpo e da saúde é um passo importante quando pensamos em amor próprio, afinal se trata de fazer um pouco de carinho em nós mesmas.

Por certo não é fácil levantar-se todos os dias com ânimo para praticar atividades físicas quando não estamos bem conosco.

No entanto, é necessário fazer um pouco de esforço. Pense em como está sua higiene pessoal, se tem feito suas consultas médicas com regularidade.

Você tem tido boas noites de sono? Sofre com estresse e dores musculares?

Tudo isso precisa ser resolvido, pois ter amor próprio é se cuidar com o objetivo de se promover bem estar.

Quem sabe dar aquela emagrecida, visitar o dermatologista e cuidar da pele? Faça, mas faça o que te deixa bem.

4. Dê Atenção ao Seu Espaço

Quando precisamos nos amar mais, também precisamos cuidar de todo a nossa volta.

Assim sendo, comece a organizar melhor sua casa, seu ambiente de trabalho… Limpe as gavetas e troque os móveis de lugar.

Por quê? Simplesmente porque quando vivemos em ambientes desorganizados e sujos, isso se reflete na vida.

Arrumar as coisas oferece um estímulo muito positivo, pois simboliza organização pessoal.

Pode até parecer besteira, mas ao adentrar em locais com um visual ruim, nós automaticamente ficamos para baixo, ou no mínimo incomodadas.

Por conseguinte, permanecer na bagunça é extremamente ruim para quem está com baixa autoestima e precisa encontrar seu amor próprio.

5. Procure se Realizar

Por fim, vamos falar de auto realização. Consegue se lembrar de quando foi que deixou de sonhar?

Em qual momento começou a esquecer dos próprios sonhos? Saiba que uma mulher passa a perder seu amor próprio a partir do momento em que se anula.

Com toda a certeza deixar de lado o que realmente gostamos, nos mata um pouco.

Porquanto somos feitas de sonhos, toda vez que substituímos um deles por outro de outra pessoa, deixamos nos gostar para que terceiros sejam felizes.

Por fim, se você está entrando no mundo do feminismo agora ou não e se identificou com este post, siga estas dicas e cultive amor próprio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *