4 Filmes Feministas Que Vão Mudar Sua Concepção

Neste post você verá produções de qualidade que vão te ajudar a entender melhor o feminismo. Conheça 4 filmes feministas para aprender e se inspirar!

Jovem mulher sentada no sofá rindo enquanto assistia filme | filmes feministas
Imagem por: Freepik

Diferente de algumas décadas atrás, hoje o cinema encontra-se repleto de obras sobre o feminismo. Temos filmes, curtas, documentários, ficções etc.

Sendo assim, aprender sobre o feminismo é muito mais fácil hoje do que há alguns anos. Outra prova disso é a quantidade de conteúdo gratuito e de qualidade exposto na internet.

Inquestionavelmente, a rede nos proporciona materiais que permitem o conhecimento de forma prática e rápida, mas algumas vezes as informações são rasas.

Por isso, tenha em mente que buscar informações a respeito demanda tempo e vontade para ler livros sobre o feminismo e assistir alguns filmes.

Isso porque o conteúdo destes dois tipos de mídia é bem mais embasado e promovem melhor compreensão.

Para além das informações e do conhecimento, os filmes feministas trazem um diferencial. Eles possuem um poder de inspiração ímpar.

Por certo que a leitura pode nos levar onde quisermos, mas as imagens conseguem nos emocionar de maneira diferente.

Logo, vamos ver nossa lista de filmes sobre o feminismo para entender melhor o movimento.

Filmes Feministas – Indicações Para Estudo

Claquete perto de pipoca saborosa | filmes feministas
Imagem por: Freepik

1. As Sufragistas

Longa-metragem do ano de 2015 dirigido por Sarah Gavron retrata o início do século XX na Inglaterra.

Este foi justamente o movimento em que o movimento feminista acirrava q luta para que as mulheres conseguissem o direito ao voto e ainda por condições de vida dignas.

A protagonista do filme, interpretada pela atriz Carey Mulligan, é uma lavadeira sem nenhum tipo de formação política e habituada à tirania masculina.

Aos poucos ela vai acordando e se dando conta do problema e começa a questionar o sistema.

Comecei com esse porque, sem dúvida, é o mais comentado dentre os filmes feministas que temos, por isso é atemporal.

2. The Testimony

Também lançado em 2015, The Testimony é, sem dúvida, um dos documentários feministas mais emocionantes que já assisti.

O curta relata de forma detalhada e emocionante o que foi considerado o maior julgamento da história do Congo.

Por conseguinte, os réus são soldados acusados de praticarem crime de estupro contra suas concidadãs.

Trata-se da história de mulheres que foram estupradas de forma institucionalizadas em meio a uma sociedade que nada fez para defendê-las até determinado momento.

O drama maior do documentário é perceber a reação das pessoas que assistem ao julgamento.

Inquestionavelmente, as reações demonstram claramente que aquele tipo de violência está longe de parecer um crime no Congo.

3. A Dama de Ferro

Mulher grávida, usando, tablete digital, em, sala de estar | filmes feministas
Imagem por: Freepik

Lançado em 2012, A Dama de ferro, dentre os filmes feministas citados aqui é o que mais tem inspirado mulheres a assumir cargos políticos.

O filme é a biografia de Margaret Tatcher, uma inglesa que foi a primeira mulher a assumir o posto de primeiro-ministro no Reino Unido.

Todavia, o longa mostra todas as suas dificuldades no cargo político, sua superação e como a mesma conseguiu atuar durante 11 anos, algo que nunca havia acontecido no século XX.

4. Histórias Cruzadas

Em se tratando de feminismo negro, esta é a melhor pedida. Na verdade um dos poucos que trata da temática.

A história contada se passa na década de 60 nos estados Unidos quando as mulheres negras tinham que abandonar suas famílias para trabalhar para a elite branca.

Então, umas das brancas da elite resolve entrevistar estas mulheres e contar ao mudo suas histórias.

Além do feminismo negro o que o diferencia de outros filmes feministas é a atuação impecável da grande atriz Viola Davis.

Por fim, quem dirigiu o filme foi Tate Taylor e Viola Davis foi indicada ao Oscar por sua atuação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *